Notas sobre como operar uma edição de texto para a web

Atualmente há uma crise da escrita e leitura tradicional. Uma linguagem nova urdida nas  características dos meios digitais está querendo fechar um capítulo na história das narrativas impressas em formato papel. Desde 1990 as tecnologias de informação digital estão definitivamente inseridas no contexto do pensamento e dos atos para gerar e receber a informação. Fatos e ideias tinham um percurso formal e bem definido dentro de um mundo onde a textualidade era pautada pela escrita em papel, quando a narrativa ia se contando como um folhetim destinado a um formato dominante.

A escrita digital quer valores visuais, uma consciência multivariada e  com forte apelo estético ao contrário da vivência nos espaços impressos, onde no convívio com enunciados há uma reflexão do leitor consigo mesmo mediado pelo espaço e a permissão de ir de signo a signo com demorada pausa em adereços figurativos.

Mas, as pessoas, ainda escrevem com todo o maneirismo da escrita para impressão em papel, quando destinam suas narrativas para a escritura mediada  do computador. Existe um novo olhar e um novo formato de conteúdo que antes de tudo deve ser leve e agradável e é diferenciado para um imaginário que se liberta pelo link.

Portanto,  hoje conviemos com duas formas de escrita. A escrita de formato impresso em papel e tinta e a escrita para visualização na web. Sendo a web uma condição recente de compor enunciados é compreensível que autores escrevam seus textos como  se os propusessem para a impressão convencional. Porém as adaptações exigidas pelo olhar, em uma página da web, provocam uma espécie de reposicionamento da escrita e da leitura.  A escrita digital deve ter como referência a visualização  e a simplificação subvertendo a estrutura da linguagem feita para impressão em papel. A  percepção na web requer uma economia de adereços figurativos em prol do entendimento global.

Nesse sentido um excesso de quadros, tabelas e figuras que na impressão papel e tinta esclarecem o texto devido a sua condição de estática apreciação, na particularidade da web dificultam a leitura pela condição dinâmica que  requer uma visualização do conjunto sem estresse cognitivo. O texto na rede passa seguido e tais adereços devem ser, quando essenciais, linkados para um anexo.  O excesso de adereços compromete o texto que fica mal colocado e o autor comprometido na significação de sua narrativa. Abaixo deixamos algumas sugestões de elementos que devem ser evitados em uma escrita para a web:

– O tamanho do título e subtítulos do artigo  não deve exceder 90 caracteres;

– Não deve ser usada numeração decimal para separar as seções do texto;

– Não usar notas ou bibliografia de pé de página e as referências no contexto do texto não devem estar  em caixa alta;

–  Artificios como:  – (travessão) , / divisor, (…) braquetas, negritos, itálicos, grifo nosso, sublinhados e siglas representando o extenso comprometem e enfeiam o texto;

– Links quebrados na bibliografia são uma frustração para o leitor;

– Não se deve usar caixa alta em todo o contexto do corpo do texto; mesmo no título, seções, etc.;

– Evitar o uso de explicação em blocos de texto itemizado;

– Citações devem ser precedidas de dois pontos e o  texto citado deve estar entre aspas;

– As citações bibliográficas no texto são hiperlinkadas para  detalhamento na bibliografia;  assim, não se deve usar:   “et alli” ou  (…) ou  “idem”  ou “tradução nossa” ou outro artificio explicativo no texto.  Detalhes  devem ser explicados na  bibliografia lá no final.

– Escreva em blocos de ideias sucintas e logicamente interconectados respeitando as condições de ponto e paragrafo.

Estas são poucas observações de uma experiência de 13 anos como editor na web.

Aldo de A Barreto

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: