O sonho de um documento universal

A produção da informação se verifica hoje, como uma cultura de muitas vozes, produzindo narrativas intertextuais.  A história da informação dos últimos cinquenta anos se entrelaça com própria história do século vinte quando a humanidade viu inserir no seu convívio mais inovações modificadoras do que em todo o resto da sua história.

Nesse processo de mudança do nosso mundo, Ted Nelson, e os seus Textos Paralelos tiveram papel de importancia. O projeto Xanadu, o Docuverse e Vannevar Bush. Textos Paralelos, o hipertexto,  que Theodore Nelson adicionou ao Projeto Xanadu no começo a ser pesquisado em  1970 e era único,  pois permitia ao leitor criar links entre documentos, mesmo se eles não fossem diretamente relacionados em tema. Como Nelson indicou: No sistema Memex  de Vannevar Bush  o usuário não tinha  escolhas ao se mover em uma sequência  de Itens, até haver uma intercessão de caminhos quando a máquina de Bush indicava um “hit” (Nelson, 1972). O sistema de Nelson dava ao usuário uma chance maior vincular documentos. [1]. Tim Berners-Lee ao programar a web usou a técnica do hipertexto no seu  primeiro site da rede: http://bit.ly/o8udxG

Os textos hipertextuais mostravam uma ampliação temática na sequência de documentos interligados. Toda esta história esta’ contada em um site chamado ‘ The World Wide Web : o começo e agora”. É importante notar que o escrito de Vannevar Bush que inspirou Ted Nelson na criação do hipertexto e no projeto Xanadu são de 1945 e estão no artigo  “As we May Think” publicado em uma revista chamada – Atlantic Monthly. [2]

A descrição de Bush no artigo de 1945, de uma maquina imaginaria chamada “Memex” é vista  e citada por muitos como uma previsão do processamento da informação no computador, possível plenamente só nos anos 80, e que facilitou os processos de recuperação da informação e existência do próprio hipertexto e da web.

Interligar textos tem sido uma preocupação constante dos que lidam com o conhecimento. Já em 1934 Paul Otlet preocupado com o fato de que a informação organizada deveria retornar a sociedade escreveu “Traité de documentation”.  [2a]

Seus trabalhos com Henri-Marie Lafontaine, permitiram a o trabalho que resultou na Classificação Decimal Universal e tantos outros conceitos teóricos hoje estudados como o sonho de um documento total um documento que reunisse o universo de todos os documentos, um Docuverse, a procura empenhada por Ted Nelson em sua visão hipertextual e no projeto Xanadu [4].

Parece, então, que já existe uma história e tradição para a sociedade do conhecimento; uma potencialidade que  já possui uma narrativa metódica de fatos notáveis ocorridos e com influencia para a vida do conhecimento em sociedade. A pergunta e’: como acontecerá no futuro próximo o ato de escrever e o ato de ler e disseminar a informação? Qual estrutura sera’ utilizada para uma maior e melhor associação e elaboração do saber: o texto ou o hipertexto?

Muitos estão retornando ao pensamento de Otlet, La Fontaine, Vannervar Bush, Ted Nelson ,   para especular sobre estas questões .

AAB

[1] The World Wide Web : o comeco e agora

http://www-personal.umich.edu/~mattkaz/history/index.html

[2] As We May Think – VannevarBush

http://www.theatlantic.com/unbound/flashbks/computer/bushf.htm

[2a] O sonho de Paul Otlet

http://aldoibct.bighost.com.br/TecnolSaber.pdf

[3] Docuverse

http://en.wikipedia.org/wiki/Docuverse

[4] Projeto Xanadu

http://www.xanadu.net/

[5]Memex

http://en.wikipedia.org/wiki/Memex

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: