O DataGramaZero de ABRIL 2011 esta’ online

O DataGramaZero de ABRIL 2011 traz os seguintes artigos:

1 Cultura Digital: novo sentido
e significado de documento para a memória social?
por
Vera Dodebei

Resumo: Da construção histórica do conceito de documento, ao caráter híbrido das mídias que compõem as “nuvens” de memórias virtuais e suas linguagens, este artigo busca compreender o sentido (processo) e o significado (produto) que a idéia de documento possa ter para uma memória social digital.

2 – Folksonomia como uma estratégia para
Recuperação Colaborativa da Informação
por Angel
Freddy Godoy Viera e Isadora dos Santos Garrido

Resumo: Visa compreender a folksonomia não apenas como um
fenômeno social, mas como uma ferramenta para a recuperação colaborativa da
informação em ambiente web. Deste modo, compreende-se a folksonomia criada para atribuir valor e significado em metadados, mas que representa uma mudança
fundamental no modo em que se pensa a organização da informação para a web.

3 – Ipásia e a Ciência da Informação no território das
Humanidades:a virada lingüística informacional em um diálogo entre Rorty e Habermas
por  Gustavo Silva Saldanha

Resumo: Analisa a virada lingüística a partir de uma leitura filosófica do pensamento de Rorty e  Habermas. Discute o ponto de vista sobre a linguagem no campo da informação em diálogo com a literatura de Ítalo Calvino. Aborda os deslocamentos da epistemologia informacional diante do pragmatismo. Aponta traços do humanismo na Ciência da Informação.

4 – A internet, a mediação e a desintermediação da informação
por  Edna Lúcia da Silva e Marili Isensee Lopess

Resumo: A Internet diminuiu distâncias e permitiu o transporte de informações de uma maneira instantânea, reconfigurando a noção de espaço geográfico, criando um novo espaço virtual, que supera as fronteiras do mundo físico. Libertou os usuários da informação de sua dependência de intermediários, eliminando barreiras para o acesso direto aos produtos de informação em qualquer hora ou local e de forma independente. Esse fenômeno gerado pela autonomia dos usuários na busca de informação tem sido rotulado de desintermediação da informação.

5 – Linguística e terminologia: contribuições para a
elaboração de tesauros em ciência da informação
por  Giovana Deliberali Maimone e Maria de Fátima Gonçalves Moreira Tálamo

Resumo:
Apresentam-se as contribuições da Terminologia e da Linguística . Aborda-se as contribuições de Ferdinand de Saussure e as normas terminológicas com o intuito de expor a importância da intersecção destas “disciplinas” a linguística documentária.
.

6 – Inclusão digital: sob a ótica da cidadania plena por  Rogério Luís Massensini

Resumo: Apresenta a importância da inclusão digital no processo de construção da cidadania plena. O ponto central quando se discute sobre a desigualdade social é a cidadania, com impactos de transformação sobre a estrutura que se apresenta vigente na sociedade.  O uso crítico das técnicas e tecnologias da informação, juntamente a outras ações, para promoção da igualdade, pode levar o cidadão ao desenvolvimento da cidadania  que exige uma nova transformação nos sentidos do trabalho.
————————————————————————–

Ainda, no DZG de ABRIL 2011  temos a recensão do livroThe Net Delusion: How Not to Liberate the World de Evgeny  Morozov”. Os LINKS remetem a sites relacionadas com os artigos deste número.

Em Colunas o texto: Patenteie e Prospere: o que significa? por Joana Coeli Ribeiro Garcia.

O DataGramaZero de Abril de 2011 está disponível em:
http://www.datagramazero.org.br/
http://www.dgz.org.br

Este é um periódico privado mas de acesso livre e tem o ISSN 1517-3801.  É indexado no Brasil e no exterior e esta’ disponível na Internet em formato html, livre para leitura e cópias. No mesmo site é possivel o acesso aos onze anos do Datagramazero com cerca de 46 números da Revista e  400 artigos, algo como 600 autores e 5 mil referências vinculadas a estes artigos. O DataGramaZero está registrado no Latindex – Sistema Regional de Información en Línea para Revistas Científicas de América Latina, el Caribe, España y Portugal em:  http://www.latindex.unam.mx/buscador/ficRev.html?opcion=2&folio=9535
O periódico é unicamente virtual e tem por objetivo induzir e construir  elementos facilitadores de um melhor a informação digital, promover a inovação pelo acesso livre a uma nova  à escrita e leitura digital. Tem um leitorado médio estimado em 4.000 acessos ao mês. Está listado no último Qualis da Capes para mais de uma área do conhecimento.


Editores: Aldo de A Barreto
G.L. de Souza (IASE)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: