Um olhar no presente para o futuro que se anuncia

A Amazon Books divulgou que vendeu nos EUA. no último trimestre de 2010, mais e-books do que livros em formato papel. A livraria online informou que vendeu 115 livros digitais para cada centena de livros papel. E isso apesar de as vendas tipo paperback papel terem aumentado.

O crescimento de títulos digitais superou expectativas. Em julho 2010 a livraria online anunciou que as vendas de livros digitais ultrapassaram as de livros de capa dura, já previa que o mesmo com aconteceria  a linha paperback.

O presidente da Amazon mostou que a empresa vendeu “milhões” de Kindles de terceira geração. que são dotados de um display Pearl de e-ink (tinta eletrônica). De acordo com o site do jornal “The Telegraph”. os livros vendidos pela Amazon para sua leitora digital  representam 41,5% do mercado total de e-readers. Espera-se que a Amazon venda em 2011 mais de oito milhões de Kindles. [Fonte: Jornal O Globo de 19/01/11]

Esta é a nova economia da produção de informação que influenciará a mudança da tecnologia básica do processo de produção dos artefatos de informação que, no curto prazo, deixarão o papel para serem documentos digitais.

Isso acontecerá por uma razão econômica, técnica e racional; uma decisão coerente do administrador que de outra forma estaria agindo irracionalmente. Uma decisão que nada tem a ver com a emotividade de querer acabar ou manter documentos impressos em papel. O documento papel existirá sempre. Seu volume e as condições de seu acervamento só o futuro dirá.

Contudo,  ainda, não chegou , nos cursos de profissionais da informação, pelo menos no  nosso país, o ensino das práticas que dominarão na nova economia dos formatos digitais. Grande parte dos atuais currículos de graduação e pós-graduação nesta área estão dedicados a disciplinas  de organização, controle e guarda de insumos de informação com base em papel. O gerenciamento acadêmico destes cursos não está focado em sua atualidade.

É hora de viajar de um para outro lado sem  desprezar, nesta passagem, o conhecimento já adquirido no passado, adaptado a um novo contexto. Porém, infelizmente, o penúltimo trem já pariu e poucos da área partiram nele.

AAB   29/01/2011

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: