Liberdade, Cidadania e conivência

Existe entre nos grande descrença, principalmente em momentos dificeis como de uma perda tão forte no nosso imaginário de coisas boas como foi a saída inesperada da Dra Zilda Arns do viver de nosso cotidiano de boa fé. Ela cumpria um seu papel de crença e esperança, sempre alheia a qualquer contexto da malandragem que possa existir entre várias classes ocupacionais em um país de desenvolvimento tardio mas acelerado.

É proprio do sentimento e da cultura latina trocar rapidadmente a esperança pelo cinismo e pelo ressentimento contra pessoas que decidem, mas que se lá estão é com nossa conivência com aprovação explicita.

Citando *: “O cidadão que se imagina puro, mas admite com amargo realismo a corrupção mascara sua cumplicidade e age como a vestal que se queixa de ter sido a vítima passiva de seu sedutor. Ele negociou, inadvertidamente, seus interesses de classe na esperança de que o caixa dois viesse um dia a beneficiá-lo. O ressentimento é o ponto de encontro entre essas duas correntes psíquicas: a cumplicidade inconsciente com o agravo; de outro, a frustração por não ter se beneficiado dela. O avesso do ressentimento seria a retomada do sentido da ação política.” Disso decorre certo desafogo da classe política, porque a corrupção não seria um privilégio dos políticos, mas estaria espalhada pela população em geral. Mas se engana quem quer ver nessa malandragem um traço impresso no nosso DNA cultural, como já se alertou anteriormente. De onde ele viria, então?” “A malandragem é um subproduto que a modernização recebe e tenderá a se evidenciar quão mais perversa ela se mostrar, como é o caso brasileiro, e quão mais distante estiver a sociedade civil de seu controle. *

A Dra. Arns não se são ocupava destes discursos de culpabilidade, para ela o importante era não perder a esperança.

(*) Souza,V.A., Malandragem e Cidadania, Tese de doutorado da Puc/SP citado no artigo “O Rato Roubou a Roupa do Rei de Roma”, de HAAG,C., na Revista de Pesquisa da Fapesp nº 167 de Janeiro de 2010.

Um comentário em “Liberdade, Cidadania e conivência

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: